dezembro 03, 2010

Ela chegou!



No dia 16/11, às 13h52, Lucas deixou de ser o bebê da casa para se tornar o irmão mais velho. Nasce a Clara.

Os dias no hospital longe do Luquinhas foram difíceis, como imaginei que seriam. Mas ele ficou aos cuidados da vovó Betty (minha mãe) e isso me tranquilizou bastante. Ele também foi me visitar no hospital duas vezes, por exigência da mãe grudenta aqui.

A chegada em casa com a nova integrante foi delicada pra mim. Nos primeiros dias senti muito o peso da atenção dividida, que antes era só do Lucas. Esse ser tão pequeno já quer tanto! Parece impossível organizar a nova rotina. A culpa por não ser mais a mãe "inteira" para o Lucas me deixou arrasada.

Se dizem que ter um filho é decidir ter o coração fora do corpo, ter dois filhos é repartir esse coração em dois. Dói!

O Lucas também sentiu a chegada da irmã. Compreensível. Foram 9 anos de atenção e dedicação exclusiva a ele. Desde a chegada da Clara, tenho procurado envolver o Lucas nos momentos que isso é possível. Dou de mamar ao lado dele, coloco a irmã no colo, converso e digo tudo o que vou fazer com ela (trocar fralda, dar banho,...) e sempre que ela dá um tempinho dou muita atenção ao Lucas. Como o parto foi cesárea, não estou podendo pegá-lo no colo. Então, tenho buscado outras formas de dar o aconchego que ele quer e merece.

Com o passar dos dias, estou sentindo que ele está aceitando bem a irmãzinha. Tenho notado algumas diferenças nele, está mais presente e ligado. Quando estou amamentando a Clara, Lucas fica espichando os olhos para ver; ele acha graça quando a irmã chora, desde que não seja na orelha dele; e fica feliz quando colocamos a irmã no colo dele e o chamamos de "irmão mais velho". No fundo o Lucas sabe que a Clara vai ser uma grande alegria na vida dele. O que essa menina vai paparicar o irmão...

A rotina do Lucas também está voltando devagarinho ao normal. No final da gestação, não estava mais conseguindo levá-lo nas terapias. Como não estou podendo carregá-lo nem dirigir ainda, meu marido tem me auxiliado nesse sentido. O Lucas adora sair sozinho com o pai!

O nascimento da Clara veio trazer muito mais alegria e transformações com muito amor pra nossas vidas.

Bem vinda, Clarinha!


4 comentários:

Dina disse...

Olá, olá

Muitos parabens, desejamos as MAIORES felicidades para a Clarinha e para todos na familia.

O coração não se divide...

Agora pode parecer assim mas, o amor, este amor tão forte, tão puro, tão incondicional, vai-se multiplicar, triplicar, quadriplicar ..

Muitos beijinhos

Luarline disse...

Olá,

Estava a procura de blogs que falassem sobre PC e encontrei o seu, achei o máximo vc decidir ter mais um filho ^^. Também tenho um filho de 7 anos com PC e tbm fiz um blog pra falar das minhas experiências e quebrar o preconceito :)

Bjs nessa familia linda!

http://www.julielnarede.blogspot.com

Tia Jack disse...

oi amiga !!!
parabéns fiquei emocionada por vocês de coração!!!!
para lucas é tudo de bom uma irmã ,puxa vida que felicidade desejo a todos tudo de bom que Deus continue e iluminando sempre e saiba que sou sua fã.
uma mãe super especial e dedicada.mil beijossssss

Luciana Pessanha disse...

Que bênção! Dois filhos lindos e abençoados! Deus certamente dará forças para você dar conta de tudo. E o amor se multiplica.
Beijos e carinho